quinta-feira, 17 de março de 2011

A dor de te amar

Sabe quando seu peito dói
mas você é obrigado a dizer o que não quer?
Sabe quando tua alma grita
mais você não tem o direito de ousar e dizer?
Sabe quando você ama perdidamente
e essa pessoa só te amará quando der?
Sabe quando você quer dizer quando der
mas não tem coragem de fazer?

Pois é,o peito estrala e se rasga
porém o coração se comprime.
Aí a dor almenta,e você acaba se sufocando.
As palavras somem e só as lágrimas fluem.
Como um maninfestar,no qual cada
ruptura de palavras parecem dizer o que em pedaços
o coração em sufoco,parece argumentar.
A cada segundo que se passa,busco forças no
contente da tristeza disfarçada,espalhando sorrisos em uma face falsa.


Olá leitores,desculpem o sumiço.Início de ano tudo se complica...
Poema em conjunto...

By: Guh Lops and Glaysi Silva